sábado, 16 de agosto de 2014

Barão não se importa em ser o azarão em revanche contra TJ Dillashaw

Na primeira vez que enfrentou TJ Dillashaw, em maio passado, Renan Barão era considerado o favorito absoluto para vencer o duelo. Na época, o brasileiro vinha sendo apontado pelo presidente do UFC, Dana White, como o melhor peso-por peso do mundo e estava sem perder há mais de 30 lutas. Depois da derrota para o americano, no entanto, dessa vez é Dillashaw quem desponta como o  favorito para vencer a revanche, marcada para o dia 30 de agosto, em Sacramento, EUA. E Barão está ok com isso.

- Eu sou o azarão agora e ele é o grande favorito. Eu acho que isso é natural, pois ele teve uma grande luta. TJ lutou muito bem contra mim e essa é a única razão pela qual as coisas mudaram - declarou o brasileiro ao site MMA Junkie.

Além de ter perdido a invencibilidade e o cinturão em seu último duelo, Barão agora terá que lutar em território inimigo para tentar recuperar o título . A arena do UFC 177, a Sleep Train, está localizada a cerca de 11 quilômetros da sede do Team Alpha Male, casa de seu adversário. A proximidade, no entanto, não afeta a confiança do ex-campeão:

- Quando nós pisarmos no octógono, vai ser só eu e ele, então não há problema em lutar em Sacramento ou em qualquer outro lugar. Eu estou treinando duro para enfrentá-lo. Se o UFC quis que fosse em Sacramento, não tem problema.





Aos 27 anos de idade, o atleta da equipe Nova União disse que treinou mais duro do que nunca para o combate do dia 30 de agosto. Ele afirma que fez algumas mudanças em seu jogo, mas que não tentou iniciar uma estratégia do zero:

- Eu não estou tentando me reinventar. Eu tive que adicionar coisas ao meu jogo, mas esse não é o caso de me reinventar. Eu nunca treinei tanto. Eu tenho treinado cinco ou seis horas por dia e nunca treinei tanto para uma luta como tenho treinado agora. O meu único objetivo hoje é retomar o cinturão. Estou muito focado e espero trazer esse título de volta ao Brasil. Estou 100% focado e espero conseguir o nocaute, mas vou estar pronto para cinco rounds se eu precisar - finalizou.

UFC 177
30 de agosto, em Sacramento (EUA)
 
CARD PRINCIPAL
 

Peso-galo: TJ Dillashaw x Renan Barão
Peso-leve: Danny Castillo x Tony Ferguson
Peso-galo: Shayna Baszler x Bethe Correia
Peso-pesado: Ruslan Magomedov x Richard Odoms
Peso-leve: Ramsey Nijem x Carlos Diego Ferreira
 
CARD PRELIMINAR

Peso-médio: Lorenz Larkin x Derek Brunson
Peso-leve: Yancy Medeiros x Justin Edwards
Peso-mosca: Scott Jorgensen x Henry Cejudo
Peso-pesado: Ruan Potts x Anthony Hamilton
Peso-galo: Anthony Birchak x Joe Soto

Por: Combate
Foto: Ivan Raupp

Nenhum comentário:

Postar um comentário