segunda-feira, 28 de julho de 2014

Apesar da vitória, Durinho confirma plano de retornar para o peso-leve

Gilbert Durinho estreou no UFC neste sábado e conseguiu uma difícil vitória sobre Andreas Stahl pelo peso-meio-médio (até 77kg). Apesar do resultado positivo, ele já planeja fazer seu próximo combate pelo peso-leve (até 70kg) e garantiu que está trabalhando para não ter problemas com a balança, como já aconteceu em outras lutas antes de ser contratado pelo Ultimate.

 - Achei o Stahl pesado, no clinche queria fazer força para derrubar, algumas vezes até chegava, mas sabia que ia gastar muita força e podia faltar no final. Senti diferença na força. Na Blackzilians tem uma galera no 70kg e 77kg, dá para me testar e consigo treinar bem com os dois. Estou pensando em descer, estou com meu médico, Rodrigo Mauro, que está me ajudando muito na dieta. Tenho que me reeducar, porque eu deixava subir muito o peso e ficava dificil baixar. Estou trabalhando muito para ficar fácil bater 70 kg. Quero lutar, já vou voltar aos treinos depois de uma semana de descanso. É uma parte do sonho realizado estar no UFC. Já que estou aqui, vou aproveitar lutando o máximo que der. Meu plano é descer para 70kg - afirmou.

Durinho também enalteceu sua evolução na luta em pé. Especialista em jiu-jítsu, ele superou o sueco na trocação na maior parte do combate e fez elogios aos seus treinadores, além de seu companheiro de equipe Vitor Belfort.





- Estou muito feliz com o resultado, foi minha primeira luta com três rounds, contra um oponente muito duro. Queria pôr para baixo, mas senti que ele treinou muito clinche, estava muito pesado e, aos poucos, estou mais à vontade na trocação. No começo tomei uma cotovelada, tentei manter a calma e vi que ia gastar muita força no clinche, então botei na cabeça que era melhor trocar. Conectei vários golpes, ele sentiu, então mudei a estratégia, conectei muitos golpes. Estou treinando muito com o Pedro Diaz, Henri Hooft, Vitor Belfort, todos estão me ajudando muito, me blindando - concluiu.

Por: Ana Hissa/Combate
Foto:  UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário