quarta-feira, 11 de junho de 2014

Sonnen anuncia aposentadoria, e Belfort é cortado do UFC 175

Após ter sido pego em exame antidoping, o  lutador de MMA Chael Sonnen anunciou sua aposentadoria do esporte, aos 37 anos. O atleta estava no 17º ano de carreira no esporte, mas decidiu encerrar sua trajetória nas lutas. Ele havia sido vetado do UFC 175 por causa do resultado do teste.

Com o imbróglio envolvendo Sonnen, sobrou para Vitor Belfort. O brasileiro havia sido chamado para substituir Wanderlei Silva, que iria enfrentar o norte-americano. Porém, com a aposentadoria de Sonnen, a organização do UFC também decidiu eliminar Belfort.

A luta entre Sonnen e Wanderlei Silva seria uma das atrações do UFC 175, que acontece no dia 5 de julho, em Las Vegas. Os dois foram os técnicos do TUF Brasil 3 e fariam a tradicional disputa entre os "professores" do programa. O primeiro problema, no entanto, surgiu quando o brasileiro não apareceu para um exame antidoping e foi cortado da luta. Diante do problema, os organizadores do UFC recorreram a Vitor Belfort como substituto.





Porém, na última sexta-feira, Sonnen acabou sendo flagrado pelo exame antidoping com excesso de testosterona em seu organismo. O lutador alegou que estava fazendo um tratamento para engravidar sua esposa. Apesar disso, a punição foi mantida, fato que levou Sonnen a largar o esporte.

"Tenho que colocar minha saúde em primeiro lugar. Tenho que colocar a família em primeiro lugar. Eu sei que isso vai dar certo, sei que minha mulher ficará grávida, e estamos ansiosos para isso. Vou fazer 20 testes e dar a mesma coisa 20 vezes. Vou parar com isso. Vou me afastar", disse o norte-americano.

Por: UOL Esporte
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário