domingo, 29 de junho de 2014

Ronda Rousey diz que Gina Carano a inspirou e volta a atacar Cris Cyborg

Campeã do peso-galo do UFC, Ronda Rousey está torcendo para que Gina Carano e a organização cheguem a um acordo logo. Segundo ela, o duelo de Carano contra Julie Kedzie, no EliteXC, em 2007, foi a primeira luta de MMA feminino que Rousey assistiu, e isso a motivou a entrar na modalidade.

- A primeira luta feminina de MMA que vi foi Gina Carano contra Julie Kedzie. Não só admirei o que Carano estava fazendo, mas também fiquei encantada com a reação de todos os caras para ela, e me lembro de pensar: "Eu poderia perfeitamente bater essas duas garotas". Desde o dia que senti o gosto do MMA feminino, ela é a luta que eu queria - afirmou, em entrevista ao "MMA Fighting".

Se o tom ao falar de Carano soa respeitoso, apesar da confiança de que a venceria em um eventual duelo, o discurso muda quando o assunto é a sua arquirrival Cris Cyborg. Ao falar da brasileira, ela disse que está pronta para "chutar seu traseiro", caso o combate aconteça algum dia.

- Eu nunca perdi uma noite de sono por causa da Cris Cyborg, em qualquer situação. Se ela quiser vir e ter seu traseiro chutado, sabe onde estou. Mas ela não está fazendo nenhum esforço para chegar lá - concluiu.





Por: Combate
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário