terça-feira, 17 de junho de 2014

Jones diz que sofreu bullying do UFC para aceitar luta contra Gustafsson

A marcação da revanche entre Jon Jones e Alexander Gustafsson teve algumas polêmicas até que ambos assinassem os contratos. O UFC chegou a anunciar o combate para 30 de agosto, declarando que faltava o campeão confirmar o acordo. Entretanto, ele afirmou nesta segunda-feira que nunca tinha ouvido falar naquela data até então e que o Ultimate utilizou técnicas de bullying para fazê-lo aceitar a revanche contra o sueco.

- Eu meio que identifiquei como uma técnica de queda de braço da parte deles, tentando fazer os fãs pressionarem pela luta e anunciando ela de forma prematura. Não é que eu não tenha assinado um contrato, eu não tinha ouvido aquela data antes. Eu achei que não foi profissional, que usaram técnicas de bullying - declarou, em entrevista ao "The MMA Hour".





Com o combate marcado para 27 de setembro, Jon Jones garante que agora a relação com o UFC está melhor e que a ideia é a de estreitar mais os laços.

- Acho que nós estamos muito saudáveis. Nós realmente falamos sobre estar em contato com mais frequência e coisas do tipo. Nós vamos ter uma linha mais aberta de comunicação. Estou muito feliz com isso. Sinto que nós estamos muito abertos e honestos agora - concluiu.

UFC 178
27 de setembro de 2014, em Toronto (CAN)
 
CARD DO EVENTO

Peso-meio-pesado: Jon Jones x Alexander Gustafsson

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário