sexta-feira, 27 de junho de 2014

Jeremy Stephens defende José Aldo: “É um campeão dominante e único”

Adversário de Cub Swanson na luta principal do UFC deste sábado, que acontece em San Antonio, no Texas, EUA, Jeremy Stephens saiu em defesa de José Aldo durante os treinos abertos realizados nesta quinta-feira na cidade. Ao ser perguntado sobre o que achava das críticas feitas pelo presidente do UFC, Dana White, de que o campeão peso-pena estaria lutando mais preso, diminuindo o ritmo e empurrando seus últimos combates para decisões, mesmo contra adversários claramente menos talentosos do que ele, o americano ressaltou o alto nível de competitividade da categoria.

- É complicado. Quando você está enfrentando caras top e está sempre indo para a decisão, mas veja contra quem você está indo para a decisão. São caras top, alguns dos melhores lutadores do mundo e não é fácil entrar lá e finalizar a luta. Veja o que aconteceu com o Matt Serra. Ele chocou o mundo ao nocautear o GSP, e aí perdeu o título. Tudo o que é fácil de conquistar é difícil de se manter. O Aldo é um campeão dominante e isso é muito único e bacana. Eu o aplaudo porque isso é algo muito difícil de se fazer do jeito que ele tem feito. Eu sei que as pessoas sempre vão falar, sempre vai ter alguém para criticar, mas o cinturão é dele.





O atual número 11 da divisão peso-pena também deu a sua opinião sobre a revanche entre o brasileiro e Chad Mendes, marcada para o dia 02 de agosto em Los Angeles. Segundo ele, o duelo deve ser completamente diferente do primeiro, e ambos os lutadores têm chances de levar a melhor.

- Eu acho que será uma grande luta para os fãs e enfrentar um desses caras seria maravilhoso. Acho que os dois têm chance de vencer. Todo mundo fala da joelhada que o Aldo deu no Chad, mas as pessoas se esquecem que ele agarrou a grade um pouco antes disso e que isso mudou o curso da luta. O Chad é um atleta bem explosivo que tem poder de nocaute, está desenvolvendo suas mãos e é muito legal ver um wrestler conseguir evoluir e fazer o que ele tem feito. Eu acho que ele realmente merece a chance ao título, mas acho que o Aldo certamente poderia destruí-lo, além de acertar muitos golpes e defender bem as quedas. Se a luta passar para mais rounds, eu acho que o Chad tem mais chance, mas poderia também nocauteá-lo. Desejo sorte aos dois.

Com um cartel de 23 vitórias e nove derrotas, Jeremy tenta, neste sábado, conquistar a sua quarta vitória na divisão dos penas. Já Cub Swanson coloca em jogo a sua sequência de cinco vitórias no UFC e busca se firmar como o próximo desafiante ao título da divisão.

Com Cub Swanson x Jeremy Stephens na luta principal, o Combate transmite o "UFC: Swanson x Stephens" ao vivo e na íntegra com exclusividade no próximo sábado, a partir de 20h30 (horário de Brasília).

UFC: Swanson x Stephens
28 de junho de 2014, em San Antonio (EUA)

CARD PRINCIPAL
 

Peso-pena: Cub Swanson x Jeremy Stephens
Peso-meio-médio: Kelvin Gastelum x Nicholas Musoke
Peso-médio: Andrew Craig x Cezar Mutante
Peso-pena: Ricardo Lamas x Hacran Dias
Peso-médio: Clint Hester x Antônio Braga Neto
Peso-leve: Joe Ellenberger x James Moontasri

CARD PRELIMINAR

Peso-leve: Carlos Diego x Colton Smith
Peso-galo: Cody Gibson x Johnny Bedford
Peso-médio: Andy Enz x Marcelo Guimarães
Peso-mosca: Ray Borg x Shane Howell
Peso-pesado: Anthony Hamilton x Oleksiy Oliynyk

Por: Evelyn Rodrigues/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário