terça-feira, 17 de junho de 2014

Hacran aposta em conselhos de Aldo para conseguir vitória sobre Lamas

Sem lutar desde maio do ano passado, quando foi superado por Nik Lentz, Hacran Dias terá mais uma dura missão pelo Ultimate. Seu adversário do dia 28 de junho, no "UFC: Swanson x Stephens", será o terceiro colocado do ranking dos pesos-penas na organização, Ricardo Lamas. O americano foi o último desafiante ao cinturão que pertence ao companheiro de treinos do brasileiro, José Aldo, que tem aconselhado Hacran durante a preparação para o combate.

- Acabou que o Lamas foi a última luta do Aldo, então a gente pôde aproveitar o camp. Fizeram comigo o mesmo que fizeram com o Aldo. Ele está me ajudando muito nos treinos com toques. É chegar lá e colocar o trabalho em prática. Ele pediu para eu estar muito atento aos chute do Lamas, a guilhotina, e está botando muita confiança em mim - afirmou o atleta da Nova União, em entrevista por telefone ao Combate.com.

Apesar dos conselhos de José Aldo, Hacran Dias tem um estilo diferente do que tem o campeão. Se Aldo procura sempre manter seus combates em pé, Hacran costuma utilizar seu bom jogo de quedas para levar os combates para o solo. Entretanto, ele não descarta mudar o plano de luta se estiver levando vantagem na trocação.

- Tudo vai depender do decorrer da luta. Se eu me sentir bem, vou no alto com ele. No decorrer, posso fazer o que sempre venho fazendo até hoje. Estou ganhando assim, colocando para baixo para, no chão, poder pegar - disse Hacran.





A trajetória do peso-pena no UFC tem sido pautada por pedreiras. Primeiro, encarou Iuri Marajó, que hoje é o mo colocado no ranking dos pesos-galos. Depois, chegou a ter luta marcada contra Chad Mendes, que é o próximo desafiante dos penas, mas o combate não aconteceu. Na sequência, veio a derrota para Lentz, que está em nono entre os atletas até 66kg, e agora Lamas é o próximo compromisso. Hacran destaca o fato do Ultimate sempre lhe colocar contra adversários bem posicionados, mas tenta esquecer a pressão do próximo combate, pois uma uma segunda derrota consecutiva lhe deixa em situação complicada no evento.

- Encaro essa sequência da melhor forma possível, porque não importa se vou lutar contra o terceiro, quarto, quinto ou décimo. Me botaram contra adversários que vem de ótimas vitórias no evento, como o Iuri, depois o Nik Lentz, que era o décimo, então é porque eles sabem que daqui não vem coisa fácil. Sempre espero isso, desafios, e estou pronto para o que der e vier. Tento não colocar essa pressão dentro de mim, porque treino com os melhores e, como costumo dizer, o treino sempre é mais dificil - concluiu.

UFC: Swanson x Stephens
28 de junho de 2014, em San Antonio (EUA)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: Cub Swanson x Jeremy Stephens
Peso-médio: Kelvin Gastelum x Nicholas Musoke
Peso-médio: Andrew Craig x Cezar Mutante
Peso-pena: Ricardo Lamas x Hacran Dias
Peso-médio: Clint Hester x Antônio Braga Neto

CARD PRELIMINAR

Peso-leve: Joe Ellenberger x Bryan Barberena
Peso-galo: Cody Gibson x Johnny Bedford
Peso-leve: Carlos Diego x Colton Smith
Peso-mosca: Ryan Benoit x Ray Borg
Peso-pesado: Anthony Hamilton x Oleksiy Oliynyk
Peso-médio: Andy Enz x Marcelo Guimarães

Por: Raphael Marinho/Combate
Foto: Ivan Raupp

Nenhum comentário:

Postar um comentário