segunda-feira, 16 de junho de 2014

Erick Silva diz que pode ter entrado em overtraining para luta com Brown

A derrota para Matt Brown parece ter aberto os olhos de Erick Silva para outras áreas de sua preparação para as lutas. Na ocasião, ele começou dominando o americano, chegou a pegar as costas, mas, após não conseguir a finalização, já se levantou cansado e acabou sendo nocauteado no terceiro round, no dia 10 de maio. Com o alerta ligado para descobrir o motivo, ele procurou um médico para focar em sua parte fisiológica e os primeiros exames apontaram indícios de overtraning (excesso de treinamento), segundo o peso-meio-médio, em entrevista ao programa "Mundo da Luta".

- Às vezes a gente pensa que treinar muito é bom, mas quem entende sabe que o descanso faz parte. Eu estava vindo de uma luta em fevereiro e emendei o treinamento, o que para mim era ótimo. Pensei que estava indo para uma luta como se tivesse treinado seis meses.  Eu pedi, queria voltar logo, achei que seria bom e comecei um treino muito forte novamente. Tentamos dosar bastante para não entrar em overtraining, mas o corpo sente um pouco. Com certeza o (Rogério) Camões fez um excelente trabalho, tentou ao máximo me botar em excelente forma para que não entrasse em overtraning, me deu bastante descanso, mas acabamos sentindo um pouco. É o que mais temos em mente agora. Não tivemos acompanhamento médico nos treinos, que é o que estou mudando. Fiz exames de sangue, tive bons resultados, que mostraram bastante fadiga muscular, sendo que já tem quase um mês que não luto. O médico ficou assustado. Podemos melhorar isso, fazer direitinho, farei exames a cada 15 dias, estou no caminho certo. Tendo o caminho certo temos como avaliar melhor nosso desempenho - afirmou, eximindo seu preparador físico de culpa.

Agora, Erick Silva pretende ter uma preparação mais profissional, já que, de acordo com ele, nos treinos parecia estar pronto para encarar Matt Brown.





- É muito fácil arrumar desculpa depois de derrota. Mas eu e minha equipe analisamos o que  houve e até eu me surpreendi quando levantei no primeiro round e realmente meu corpo fadigou muito. Nos treinos eu fazia cinco rounds sobrando na preparação física, todos acompanharam meu camp, treinei mais que todo mundo. Realmente não entendi o que aconteceu. Já procurei médico, estamos fazendo um trabalho mais profissional agora, pecamos nessa parte. Não só para essa luta, como nas outras também. Não priorizamos a parte fisiológica. Estamos em uma etapa que não podemos ter vacilo. Estamos analisando para fazermos melhor a perda de peso e reidratação. Algo afetou na parte final, um overtraining, algo do tipo - declarou.

Ele também descartou que o problema tenha sido psicológico, como chegou a ser cogitado por sua equipe. Erick garantiu que nunca se sentiu tão bem mentalmente para um combate e só teve esse lado afetado após perceber que estava cansado ainda no primeiro assalto, já que não imaginava que isso pudesse ocorrer.

- Para essa luta, estava bastante confiante. Assisti as lutas do Matt Brown, mesmo perdendo vejo que posso fazer uma luta muito melhor. Ele realmente foi superior, mas sei que se for lutar com ele, tenho condições de fazer melhor do que fiz. Me senti mais pressionado em outras lutas do que nessa. Estava levando numa boa. A semana lá foi excelente, não me senti pressionado. Fui para o ginásio bastante confiante. Eu e minha equipe fomos tranquilos. Minha adrenalina estava até muito baixa. Entrei na luta me batendo para ver se ela vinha. Todas as vezes que o Bruce Buffer me anunciava, eu estava bastante elétrico e nessa não. Estava mais tranquilo, percebendo algumas coisas. Na minha cabeça pareceu que eu estava muito bem. Não esperava cansar tão rápido. Lógico que depois que levantei, no meio da luta, o psicológico realmente abalou porque não esperava (cansar). Mas antes estava muito tranquilo, bem treinado e realmente não sabemos o que ocorreu que cansei tanto assim. Alguns exames já chegaram, vamos trabalhar em cima, estou zerando tudo, começando tudo de novo. Na próxima luta vai ser muito diferente do que foi nessa luta - concluiu.

Por: Combate
Foto: Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário