terça-feira, 1 de abril de 2014

Wanderlei: Vou dar uma surra no Sonnen como técnico e atleta

O time liderado por Wanderlei Silva venceu a segunda luta consecutiva no The Ultimate Fighter 3 com o nocaute aplicado por Antonio Carlos “Cara de Sapato” em Edgar “Magrão” Castadelli.

A vitória foi obtida com um gancho previamente ensaiado sob a supervisão do “Cachorro Louco”, que orientou seu atleta a fintar a queda na primeira entrada e a alternar a tentativa de levar o adversário ao chão com o golpe de mão direita. A estratégia foi executada com perfeição e a disputa encerrada em apenas doze segundos.

Magrão, aos prantos, lamentou não ter tido a oportunidade de ter demonstrado sua técnica. Perder de forma rápida foi pior do que ter sido espancado, disse aos companheiros do time capitaneado por Chael Sonnen.





Por outro lado, Cara de Sapato agradeceu a Deus por mais um nocaute e se disse feliz pelo trabalho realizado. A intenção do sparring de Junior Cigano agora é trabalhar para ajudar os demais companheiros até a próxima vez que for escalado a entrar no octógono.

Após a luta, foi travado um desafio de futebol na lama com uma bola enorme que deveria ser empurrada ao gol adversário. O atleta que vencesse a disputa garantiria ao treinador de sua equipe o direito de escolher os lutadores que competirão no próximo confronto e Jollyson Francino, da equipe de Wanderlei, foi o vencedor pela contagem mínima, para tristeza de Marcos Pezão, que defendia o time verde de Chael.

“Estar dando uma surra nele está sendo uma delícia, entendeu. Vou dar uma surra nele como técnico, que já estamos dando, e vou dar uma surra nele como atleta”, prometeu o treinador brasileiro ao final do terceiro episódio.

“Temos lutadores muito bons só esperando para entrar no jogo”, defendeu-se Sonnen.

Por: Eduardo Cruz/MMA Mano a Mano
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário