terça-feira, 8 de abril de 2014

Jacaré quer revanche com Rockhold: 'Ele precisa provar que me venceu'

Ronaldo Jacaré aguarda ansiosamente o anúncio de seu próximo adversário no UFC. Depois de vencer Chris Camozzi, Yushin Okami e Francis Carmont, o capixaba radicado em Manaus avalia as opções disponíveis no "mercado" enquanto a categoria dos médios (até 84kg) se define entre Chris Weidman e Lyoto Machida, com Vitor Belfort à espera da disputa de título. A alternativa que parece mais lógica para Jacaré neste momento é Luke Rockhold, até pelo fato de o americano já ter tirado dele o cinturão do extinto Strikeforce em uma decisão por pontos que foi contestada por muita gente, em setembro de 2011. Primeiro, Rockhold precisaria passar por Tim Boetsch no UFC 172, dia 26 de abril, em Baltimore, nos EUA. O brasileiro acha que o tira-teima é necessário.

- Eu contra o Rockhold é uma luta que pode acontecer. Com certeza me interessa. Passado é passado, não fico olhando para trás, mas ele realmente precisa provar que me venceu. Ele levou o cinturão, mas eu tinha feito o suficiente para vencer. Quem entende de MMA vai ver isso - disse, em entrevista ao Combate.com.

Jacaré é atualmente o número 4 no ranking de candidatos ao cinturão dos médios, e Rockhold aparece na sexta posição. O brasileiro também considera enfrentar o inglês Michael Bisping, número 5, ou o americano Tim Kennedy, oitavo colocado. Esses dois últimos têm encontro marcado para 16 de abril, na luta principal do "TUF Nations: Canadá x Austrália Finale":

- Pode ser um dos dois, o Kennedy ou o Bisping, é o que a imprensa tem cogitado. Eles estão em cima, e o ranking está aí para a gente enfrentar os tops mesmo.





O atleta da XGym recentemente passou por uma cirurgia para retirar fragmentos de osso do seu cotovelo esquerdo. Um mês e meio depois, ele garante que está bem e espera que em maio já esteja treinando com toda sua capacidade novamente:

- Estou me sentindo ótimo. Meu braço não esticava nem flexionava direito. Agora eu ganhei 15 graus de extensão e consigo fazer a flexão completa. Para mim isso é maravilhoso, sou um cara que usa bastante o jab. Tenho sorte de ultimamente ter enfrentado mais canhotos, e contra eles a gente usa mais a mão direita. Estou me sentindo ótimo, voltando a treinar de leve. Mas vou ficar mais tempo parado para ter uma recuperação completa. Vou fazer mais a parte técnica por enquanto. Creio que daqui a 15 ou 20 dias eu possa estar treinando 100% de novo.

Jacaré foi presenteado pelo Ultimate com a renovação de seu contrato por mais seis lutas, com aumento do valor da bolsa, conforme contou na entrevista. O objetivo agora, mais do que nunca, é o cinturão. E por falar em cinturão, o brasileiro deu seu palpite para a luta principal do UFC 175, dia 5 de julho, em Las Vegas, entre o campeão Weidman e o desafiante Machida:

- Acho que o Lyoto vence essa luta porque se movimenta bem no octógono. É um cara que luta bem contra wrestler. Ganhou da maioria dos wrestlers contra quem lutou. Só teve um revés (diante de Phil Davis), mas que foi muito contestado. Acho que o Lyoto tem tudo para vencer essa luta também pela experiência. Ele está bem na categoria, está se movimentando bem, fora o caratê que ele tem.

Por: Ivan Raupp/Combate
Foto:  Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário