sexta-feira, 11 de abril de 2014

Fulminante, Thales Leites nocauteia Smith em 45s pelo UFC de Abu Dhabi

Com um grande desempenho dentro do octógono, Thales Leites não deu chances para Trevor Smith e bateu o americano nesta sexta, pelo card preliminar do UFC de Abu Dhabi. Fulminante, o brasileiro nocauteou seu adversário logo no primeiro round, com apenas 45 segundos de combate, e conquistou sua terceira vitória consecutiva na organização.

O americano foi quem tomou a iniciativa no confronto, arriscando chutes baixos logo no início do duelo. Mas, apesar da ofensividade, Smith não acertou nenhum golpe contundente. Do outro lado, Thales estudou bastante seu oponente e manteve a sua mão direita engatilhada, arriscando poucos golpes.

Logo após uma nova investida do americano, o brasileiro conseguiu desviar e acertou um direto em cheio no seu adversário. A partir daí, Thales foi para cima, encaixou outro soco e derrubou seu oponente no chão. No solo, o brasileiro acertou novos golpes até o árbitro encerrar o confronto.

Conhecido pela sua qualidade no jiu-jitsu, Thales comentou que está em constante evolução no MMA. Ainda no octógono, o brasileiro falou sobre sua preparação para o evento e ainda pediu para enfrentar um lutador top 10 dos médios em seu próximo compromisso.





- Estava esperando isso e tinha que acreditar nas minhas mãos. Minha especialidade é o jiu-jitsu, mas sou um lutador diferente agora, mais completo na trocação. Estou treinando há bastante tempo para isso. (O futuro) vai depender do UFC. Quero lutar contra alguém no top 10, quero lutar no card principal...Estou fazendo minha parte - declarou o atleta.

Com o resultado, Thales conquistou sua terceira vitória consecutiva desde que retornou ao Ultimate, em agosto do ano passado. Já Trevor Smith amargou sua segunda derrota em três lutas que realizou pela organização.

Rosholt vence Omielanczuk em luta ruim

No duelo que fechou o card preliminar, pela categoria peso-pesado (até 120kg), o americano Jared Rosholt derrotou o polonês Daniel Omielanczuk com facilidade por decisão unânime dos jurados. Mas o encontro pecou na empolgação e levou muitas vaias do público.

Após breve trocação no início, Rosholt botou para baixo, mas caiu numa posição ruim. Omielanczuk fechou a guilhotina, só que não ajustou a posição e viu o adversário sair. Por cima, Rosholt passou a trabalhar o ground and pound. O americano acertou boas cotoveladas no rosto do oponente até o fim do primeiro round.

No segundo, Omielanczuk evitou a queda a princípio e acertou bom chute no corpo, mas Rosholt foi eficiente na segunda tentativa e botou para baixo de novo. O americano aplicou joelhadas na lateral do adversário. O polonês tentou se levantar e tomou mais joelhadas nas costelas. Depois de enfim se levantar, Omielanczuk acertou o rosto do americano algumas vezes, mas não demorou a ser quedado outra vez.

Rosholt levou uma joelhada de encontro no começo do terceiro assalto e, com extrema tranquilidade, quedou Omielanczuk. O polonês buscou ficar de pé, mas o cansaço não deixou. Rosholt, por sua vez, aplicava alguns golpes, mas também demonstrava cansaço. O duelo terminou com o americano encaixando uma guilhotina, mas sem força para finalizar.

Por: LANCEPRESS! e Combate
Foto: Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário