terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Vitorioso em Jaraguá, ‘do Bronx’ quer revanches com Swanson e Edgar

Encerrando uma sequência de derrotas, Charles ‘do Bronx’ voltou a vencer com uma finalização sobre Andy Ogle no UFC Fight Night 36, realizado no último sábado (15) em Jaraguá do Sul (SC). Em conversa com jornalistas realizada após o combate, o paulista comemorou o triunfo e relembrou o ano difícil que teve.

“Meu objetivo era um nocaute, mas vi que ele estava levando a melhor na luta em pé. Treino muito meu jiu-jitsu e tentei usá-lo da melhor forma. Ele estava escorregadio e defendeu bem muitas tentativas de finalização, mas felizmente consegui a vitória. 2013 foi um ano duro pra mim. Eu lutei lesionado, perdi lutas que não deveria ter perdido, mas minha família e amigos me ajudaram a superar”, disse o peso-pena.

‘Do Bronx’ vinha de uma derrota por pontos para Frankie Edgar no UFC 162, em julho, sua única luta em 2013. Antes disso, o paulista havia sido nocauteado por Cub Swanson no UFC 152. Pouco depois do combate, o brasileiro revelou que havia lesionado o joelho enquanto se aquecia no vestiário, cerca de dez minutos antes da luta. Por este motivo, Charles gostaria de ter uma revanche contra o americano.





“Eu quero uma outra oportunidade contra o Cub Swanson. Eu estava lesionado naquela luta, não foi a minha noite. Tenho certeza que terei outra oportunidade contra o Frankie Edgar, eu sei que vou vingar minhas derrotas”, declarou.

Apesar da confiança, Charles sabe que ainda não está perto de lutar pelo cinturão da categoria, que atualmente pertence a José Aldo. Ainda assim, o paulista quer voltar ao octógono o quanto antes para acumular vitórias e conseguir um title-shot.

“Quero lutar de novo em dois ou três meses. Quero mais três lutas neste ano. Quem sabe eu consiga uma chance ao cinturão no começo do ano que vem. Estou no UFC para enfrentar qualquer um. Eu mereço lutar contra alguém no top 10. Eu sei que ainda preciso fazer muito para enfrentar o José Aldo, mas eu vou chegar lá um dia. Ninguém é invencível, não existe super-herói no MMA. Ele não limpou a categoria”, afirmou Charles.

Por: Ag Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário