terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Pezão e os treinos de Glover para Jones: 'Se ele se esforçar mais, entra em coma'

O próximo sonho brasileiro em ação pela conquista de um cinturão do UFC se chama Glover Teixeira. E para alcançar o feito de destronar Jon Jones, um dos maiores nomes do Ultimate na atualidade, o mineiro terá a ajuda de muita gente. Um dos interessados em apoiar o lutador é Antônio Pezão. Companheiro de treinos na American Top Team, o peso-pesado comentou em entrevista ao LANCE!Net sua expectativa para acompanhar a preparação de Glover para a disputa de título dos meio-pesados, que acontece no dia 24 de abril, em Baltimore (EUA).

Segundo Pezão, uma das principais armas de Teixeira é o foco na hora de treinar. Ao ser perguntado sobre o empenho de Glover diante de uma chance pelo cinturão, Antônio Silva garantiu que não há como o lutador se esforçar mais do que o que costuma fazer.

- Não vou dizer que o Glover vai se esforçar mais. Se ele se esforçar mais, pegar mais pesado ainda, vai entrar em coma (risos). Ele se dedica muito. É sério. Não tem história com ele, negócio de fazer um treino para suar... Ou ele treina forte ou não treina. Se ele não estiver se sentindo bem, nem aparece na academia. Treino com ele é mito duro. Ele tem esse ponto forte. Mesmo longe da luta, o Glover sempre chega para fazer treino duro. Ele sabe o que quer - analisou o lutador, em conversa por telefone com o L!Net.





O companheiro de treinos ainda analisou que o resultado de Glover contra Ryan Bader, em setembro do ano passado, ainda é algo que mexe com o mineiro. Na ocasião, Teixeira nocauteou o americano no primeiro round, mas, antes de finalizar o combate, chegou a ser abalado pelo oponente. Algo que o deixa com raiva até hoje.

- Glover está com raiva, querendo esse cinturão. Ele ficou chateado com a mão do Bader que entrou naquela luta. Até hoje ele fala disso e está com raiva, querendo mostrar que é o melhor. Acho que ele é completo, um atleta para fazer uma boa luta e vencer o Jones. Além da mão pesada, ele tem um wrestling absurdo de bom e um jiu-jistu fantástico - finalizou.

Por: Luis Fernando Coutinho/Lancenet
Foto: Reprodução

Um comentário: