terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O encontro de Sonnen com seu fã clube

Quem acompanha MMA e UFC no UOL Esporte e aqui no blog sabe, há pelo menos três anos, da existência do fã clube brasileiro do lutador Chael Sonnen. Ele ganhou notoriedade antes da segunda luta contra Anderson Silva, em 2012, mas nunca ficou longe do norte-americano. Pois no último domingo esses torcedores realizaram um sonho: conheceram seu ídolo.

O encontro aconteceu em São Paulo graças ao fato de Sonnen estar na cidade para gravar a terceira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil ao lado de Wanderlei Silva. Muitos dos fãs viajaram centenas de quilómetros para isso, como pode ser visto nas fotos do álbum abaixo.

O encontro contou com um certificado assinado por Chael, oficializando o fã clube, muitas brincadeiras, e até a visita do cantor Sidney Magal, irmão de Vinny Magalhães, lutador que faz parte do time comandado por Sonnen. Mas vou deixar Luciana Tavares, líder do fã clube, contar como foi esse encontro.

“EMOCIONANNNNNNNNNNTE demais e ELE ficou feliz. Tinha que ver a alegria dele, principalmente quando viu que todos os treinadores ganharam presentes. Ficou muito contente com isso. SENTIMENTO de satisfação por saber que gostar dele todo esse tempo não foi em vão, valeu e vale a pena.

Chegamos lá e era uma sala fechada com uma mesa e dez cadeiras. Ficamos todos preocupados, pensando que seria apenas ele sentando na cadeira respondendo meia dúzia de perguntas e tchau.





Disse que queríamos conhecer TODOS os integrantes do Team Sonnen e de repente ele chegou. Abriu a porta SORRINDO e fazendo festa, atrás dele TODOS os treinadores. Daí pra frente foi tudo diferente do que achamos que estava programado.

Todo mundo levantou e ele abraçou TODOS. Tinha um rapaz junto com ele traduzindo tudo que ele falava e tudo que respondíamos. Galera começou a conversar e tirar fotos com os treinadores, que fizeram a maior festa.

Eu e ele ficamos sozinhos na mesa e conversamos MUUUUITO e ele se lembrou de uma conversa que tivemos três anos atrás, perguntou sobre minha filha, coisa que eu nem imaginava que ele ainda se lembraria.

Ele tirou fotos com todo mundo, deu autógrafos, gravou vídeos. BRINCOU mas NO FINAL ficou EMOCIONADO ao ver que levamos presentes para ele e PARA TODOS os treinadores. Ele me puxou de canto e disse que estava muito feliz e olhava BESTIFICADO para a sala onde se via a galera interagindo numa boa com os treinadores. Presentes, risadas e ele meio que sozinho comigo. Não houve aquele assédio doentio, de ficar em cima dele o tempo todo e ele ficou super à vontade com isso, percebeu que o carinho era com o time todo e SEI que isso o EMOCIONOU pra caramba.

No final, ele foi embora e achamos que tinha acabado, mas não. Os treinadores ficaram conversando conosco mais um TEMPÃO. Ficamos um total mais ou menos de duas horas.

Levei o CD do Sidney Magal e foi o momento MAIS DIVERTIDO do encontro. Todo mundo quis tirar foto com o CD e o Vinny explicou para os gringos quem era o Magal. De repente, Vinny saiu da sala e menos de 5 minutos depois ele me chama dizendo que o Sidney estava lá. Então todos nós, inclusive os técnicos, fomos tirar fotos com o Sidney Magal.”


Por: Jorge Corrêa/Na grade do MMA/UOL Esporte
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário