quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Cigano torcerá para Werdum, mas pensa que Velasquez quebrará recordes na categoria

O brasileiro Fabrício Werdum e o americano Travis Browne irão decidir no dia 19 de abril, nos EUA, quem será o próximo desafiante do campeão dos pesados do UFC, Cain Velasquez. Os dois atletas vem embalados por três triunfos consecutivos e uma vitória garante a disputa de cinturão.

Ex-campeão dos pesados, Junior Cigano já enfrentou Velasquez em três oportunidades, onde venceu uma e perdeu duas. O catarinense acredita que tanto o Werdum, quanto o Browne podem dificultar a vida do campeão.

“Chances todos tem, luta é luta e a gente nunca sabe o que pode acontecer, é por isso que o MMA é tão emocionante. O Travis Browne e o Werdum tem condições de impor dificuldades ao Cain Velasquez”, disse, em entrevista à Ag. Fight.

Apesar de já ter derrotado Werdum com um nocaute fulminante em pouco mais de um minuto, em 2008, Junior Cigano ouviu muitas provocações do gaúcho antes da luta, o que gerou um rivalidade entre os atletas. Mas mesmo assim o ex-campeão torcerá por Werdum contra Browne.





“Vou torcer pelo Werdum contra o Browne, mas por eu ser brasileiro mesmo e pelo fato de achar que ele tem uma chance de bater o Velasquez no chão e, enquanto eu não volto a ser campeão, gostaria de ver um brasileiro campeão da categoria”, avaliou.

Apesar de acreditar no jiu-jitsu do gaúcho e estar na sua torcida, Cigano acredita que Velasquez veio para quebrar recordes na categoria dos pesados.

“As chances do Werdum estão no chão, pelo fato de que acredito que o Velasquez o derrubaria. As chances do brasileiro no chão são reais, mas a realidade é que vejo o americano como um cara que chegou para complicar a categoria e quem sabe até quebrar recordes, pela qualidade que tem”, concluiu.

Nenhum peso-pesado do Ultimate conseguiu defender o cinturão dos pesados mais do que duas vezes. Randy Couture, Tim Sylvia e Cain Velasquez estão empatados com duas defesas de título cada.

Por: Ag. Fight
Foto: Fernando Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário