terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Belfort critica escolha de Weidman como 'Lutador do Ano'

Nem mesmo os três nocautes sensacionais aplicados por Vitor Belfort no ano passado foram suficientes para que o brasileiro levasse o prêmio de "Melhor Lutador do Ano", em eleição feita pela revista inglesa "Fighters Only". A honraria ficou nas mãos de Chris Weidman, que tirou o cinturão de Anderson Silva e o venceu novamente em dezembro de 2013.

"Não estou falando que deveria ser eu o vencedor, mas ele ganhar por uma luta só? Foi até vergonhoso. Ele ganhou uma vez do Anderson. A outra ele não ganhou, foi uma fatalidade", disse o carioca à rádio "Beat98".

Para Belfort, não apenas a eleição de Weidman foi algo injusto. O lutador também considera que o prêmio de melhor treinador deveria ter sido entregue a um brasileiro e a forma como a eleição é feita deveria ser mudada.





"A premiação em Las Vegas foi muito bacana, mas são votos de fãs, e pode não ser concreto. Os resultados, às vezes, não são justos. O Duane (Ludwig) é um bom treinador, mas, pelo amor de Deus, o Dedé, pelo que fez este ano, não ganhar como melhor treinador... Tem marmelada nesse treco aí, alguma coisa errada", comentou.

Pelo menos Belfort não saiu de mãos vazias da premiação em Vegas. O brasileiro teve o seu nocaute em cima de Luke Rockhold eleito como o melhor do ano.

Por: Ag. Fight
Foto: Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário